Passar para o Conteúdo Principal

Teatro: Collectif 2222, de França, sobe ao palco do CAS

980 collectif 1 980 2500
07 de Outubro de 2021

No âmbito da mostra Litoral EmCena, a companhia francesa Collectif 2222 apresenta o espetáculo “Pourquoi les vieux, qui n’ont rien à faire.. traversent-ils au feu rouge” (Porque será que os velhos, que não têm nada para fazer... atravessam o semáforo no vermelho?), no dia 23 de outubro, às 21h30, no auditório do Centro de Artes de Sines.

Na sinopse do espetáculo, lê-se:

"Uma manhã, num lar de idosos, morre um velhinho. Um outro chega. É a rotina.
Os jogos de cartas continuam, assim como os exercícios desportivos e de memória.
Hoje, festeja-se o aniversário da centenária.
Envelhecidos e desgastados, procuram dar sentido à sua existência no convívio e nas atividades de grupo da instituição. Mas para uma velhinha isso já não é possível. Finita la commedia, ela já não tem vontade de representar. O pessoal auxiliar e colegas dão-lhe forças diariamente. Que diabo! A vida é sagrada. Pouco lhe importa, a pequena senhora, quer é acabar com os seus dias."

Entre o burlesco e o drama, este espetáculo questiona a velhice e o final da vida. Com subtileza, o coletivo questiona os tabus à volta da terceira idade e procura pelo humor e a técnica da máscara falar da intimidade e daquilo que faz com que sejamos crianças ou velhos, seres autónomos capazes de fazer escolhas.

A encenação do espetáculo é de Thylda Barès. O elenco é composto por Victor Barrère (França), Andrea Boeryd (Suécia), Paul Colom (França), Elizabeth Margereson (Inglaterra), Ulima Ortiz (Colombia) e Tibor Radvanyi (França).

Com 70 minutos de duração, o espetáculo está classificado para maiores de 6 anos.

A venda de bilhetes decorre na semana do espetáculo, sendo o seu custo de 5 euros para o público em geral e 3 euros para sócios da AJAGATO, jovens até aos 18 e pessoas com mais de 65 anos.

A realização do espetáculo decorre de acordo com as orientações da Direção-Geral de Saúde em vigor.

O Litoral EmCena é um projeto intermunicipal promovido pela AJAGATO em parceria estratégica com as Câmaras Municipais de Santiago do Cacém e de Sines e cofinanciado pelo FEDER, fruto da candidatura n.º ALT20-14-2020-02 – Património Cultural.

O projeto consiste na apresentação mensal de espetáculos de teatro de companhias profissionais nas três cidades do triângulo urbano Sines-Santiago do Cacém-Santo André e nas sedes das freguesias rurais dos dois municípios.

Logos Litoral EMCENA