Passar para o Conteúdo Principal

Sines com risco de transmissão muito elevado

Modelo de 980mmx512mm azul 1 980 2500
15 de Julho de 2021

De acordo com os dados apresentados hoje pelo Governo, Sines passou a integrar o grupo de 47 concelhos classificados como de risco muito elevado de transmissão de Covid-19, ou seja, com uma taxa de incidência superior a 240 casos por cem mil habitantes nos últimos 14 dias. 

Nos concelhos de risco muito elevado vigoram as seguintes regras: 

  • Limitação da circulação na via pública a partir das 23h00.
  • Restaurantes podem funcionar até às 22h30. Às sextas-feiras a partir das 19h00 e aos sábados, domingos e feriados durante todo o dia, o acesso a restaurantes para serviço de refeições no interior está permitido apenas aos portadores de certificado digital ou teste negativo. A limitação do número do número de pessoas por mesa mantém-se: máximo de 4 pessoas por mesa no interior e de 6 pessoas por mesa na esplanada;
  • Exigência de certificado digital ou teste negativo para o acesso a estabelecimentos turísticos e de alojamento local;
  • Teletrabalho obrigatório quando as atividades o permitam;
  • Espetáculos culturais até às 22h30;
  • Casamentos e batizados com 25 % da lotação;
  • Comércio a retalho alimentar até às 21h00 durante a semana e até às 19h00 ao fim de semana e feriados;
  • Comércio a retalho não alimentar e prestação de serviços até às 21h00 durante a semana e até às 15h30 ao fim de semana e feriados;
  • Permissão de prática de modalidades desportivas de médio risco, sem público;
  • Permissão de prática de atividade física ao ar livre até seis pessoas e ginásios sem aulas de grupo;
  • Eventos em exterior com diminuição de lotação, a definir pela DGS;
  • Lojas de Cidadão com atendimento presencial por marcação.  

Recorde-se que Portugal é um dos países onde tem vindo a crescer a incidência da variante Delta do vírus SARS-CoV-2, mais facilmente transmissível, o que obriga a uma cautela redobrada nos comportamentos individuais e coletivos.   

A diminuição dos riscos, mesmo entre pessoas vacinadas ou em processo de vacinação, é, pois, fundamental para a saúde de todos e para a manutenção da atividade económica. 

Mais informação em https://covid19estamoson.gov.pt.