Passar para o Conteúdo Principal

Centro de Artes de Sines entre o Alentejo e Taiwan

Cartaz miniatura facebook 1 980 2500
23 de Novembro de 2020

O Centro de Artes de Sines apresenta, entre 24 de novembro de 2020 e 24 de janeiro de 2021, duas novas exposições de fotografia: ALENTEJO ANAMNESIS, de Cabrita Nascimento, e STAGES & SINGERS, de Shen Chao-Liang.

ALENTEJO ANAMNESIS | Cabrita Nascimento

As fotografias do projeto ALENTEJO ANAMNESIS pretendem ser, segundo o artista, "ensaios artísticos sobre as raízes mais profundas da natureza do nosso planeta" através do local onde habita, a região alentejana.

Inspirados no conceito platónico de anamnese, as fotografias constituem "uma rememoração gradativa", através da qual o fotógrafo descobre dentro de si "as verdades essenciais e latentes" que remontam a um tempo anterior ao da sua existência empírica.

O objetivo do projeto consiste em "trazer à memória as raízes do tempo; moldado pelos “sapiens” que habitaram a terra alentejana, as árvores que sustentam essa terra, as rochas que a configuram, a água de vida que a ladeia; em todos os elementos essenciais que a transformam numa das regiões mais poéticas do planeta Terra".

Uma exposição em que o Alentejo surge como "um possível início de vida na Terra, um lugar do futuro dessa mesma Terra, que tanto urge cuidar e preservar do instinto de morte e destruição (thánatos) que por vezes caracteriza a nossa espécie."

Cabrita Nascimento cursou iniciação à fotografia tendo 15 anos de idade, na Casa de Cultura da Juventude de Évora do FAOJ. Concluiu estudos de aperfeiçoamento e especialização à fotografia, com formadores franceses do CEMEA, no FAOJ do Porto e em Paris, ao abrigo dos acordos Luso-Franceses. Participou em formações em cinema e vídeo, licenciou-se em Sociologia e fez uma pós-graduação em Direito da Cultura e do Património Cultural. 

STAGES & SINGERS | Shen Chao-Liang

Com curadoria de Rui Prata, a exposição STAGES & SINGERS, do fotógrafo Shan Chao-Liang, dá a conhecer a cultura de cabaré em palcos móveis que se tem desenvolvido desde a década de 1970 em Taiwan.

"Naquela época,", escreve Alejandro Castellote, "os atores eram convidados a entreter todos os tipos de celebrações, desde receções de casamento a cerimónias religiosas e funerais. Os proprietários dessas pequenas empresas familiares converteram os seus camiões e carrinhas em pequenos teatros móveis, com os quais se deslocavam pelo país."

A decoração dos mais de 600 teatros ambulantes que existem em Taiwan "refletem tendências populares, do mais antigo ao mais moderno: personagens de histórias aos quadrinhos e animação, naves espaciais, cenas de filmes, ícones arquitetónicos e a iconografia de ponta de videojogos e discotecas". 

"A espetacularidade desses camiões-cenário", prossegue Alejandro Castellote, "é reforçada com sofisticada tecnologia de som e programação de placas de luz, e as performances apresentadas incluem coreografias inspiradas nos mais famosos programas de TV e vídeo clips."

A exposição STAGES & SINGERS é uma parceria entre o Centro Económico e Cultural de Taipei em Portugal e a Câmara Municipal de Sines. 

Nota sobre a abertura

As exposições têm início no dia 24 de novembro, com um ato simbólico de inauguração, abrindo ao público em geral no dia seguinte, 25 de novembro.

O Centro de Artes de Sines funciona de segunda a sexta-feira, das 10h00 às 18h00, e aos sábados, das 11h00 às 17h00, salvaguardando-se a possibilidade de o horário de funcionamento sofrer alterações pelo contexto de pandemia que se atravessa.