Passar para o Conteúdo Principal

Primeiro-ministro inaugurou nova urgência do HLA

980hla1 1 980 2500
13 de Novembro de 2020

O primeiro-ministro, António Costa, inaugurou hoje o novo Serviço de Urgência Médico-Cirúrgico do Hospital do Litoral Alentejano (HLA).

O investimento realizado, de cerca de 2,5 milhões de euros, veio adequar o espaço físico e, por essa via, melhorar o funcionamento do Serviço de Urgência, uma vez que o mesmo, inaugurado em 2004, foi dimensionado para dar cobertura a uma área de abrangência inferior àquela a que atualmente a Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano dá resposta.

Na cerimónia de inauguração, António Costa disse que “a resposta do SNS não se pode esgotar na resposta à Covid-19” e que “temos que continuar a fazer os investimentos que são essenciais para melhorar o SNS para além desta pandemia”.

O primeiro-ministro sublinhou também a importância desta obra para o desenvolvimento da região, a par dos investimentos no Porto de Sines, na ligação ferroviária à fronteira com Espanha e na conclusão total do IC33 de forma a qualificá-lo integralmente até Sines.

“Se há condição fundamental para o desenvolvimento, é termos um SNS robusto que permita garantir a todos condições de atratividade, de fixação, de qualidade de vida, porque o SNS é, além de tudo o mais, um enorme fator do nosso desenvolvimento”, disse António Costa.

O novo Serviço de Urgência permite melhorar o atendimento à população do Litoral Alentejano e separar os doentes por áreas distintas, de acordo com a sua condição clínica, privilegiando-se a humanização de cuidados e o conforto e segurança dos doentes e profissionais.

O Serviço de Urgência Médico-Cirúrgico do Hospital do Litoral Alentejano está agora mais capacitado para acomodar o aumento de população no verão e para dar resposta a situações de catástrofe, nomeadamente, às que possam estar associadas a um eixo rodoviário Lisboa-Algarve com alto índice de sinistralidade e à proximidade do polo portuário e industrial de Sines.

Em virtude da pandemia causada pelo vírus SARS-CoV-2, o atendimento de doentes respiratórios é deslocado para o “antigo” Serviço de Urgência. Numa fase pós COVID-19, está prevista a reformulação do mesmo, permitindo a criação de uma área dedicada ao atendimento pediátrico.

O presidente da Câmara Municipal de Sines, Nuno Mascarenhas, congratulou-se com a entrada em funcionamento da nova urgência do HLA.

“A abertura do novo Serviço de Urgência Médico-Cirúrgico é uma boa notícia para o Litoral Alentejano, uma das regiões do País, historicamente, com mais carências na prestação de cuidados de saúde às populações. Esperemos que também as dificuldades de fixar recursos humanos possam ser ultrapassadas e que o hospital possa fortalecer a sua resposta nas várias especialidades. Todos os profissionais e equipamentos de saúde têm estado sob enorme pressão e a abertura desta nova urgência é, com toda a certeza, um ganho de qualidade para profissionais e utentes."

980hla2

Fotos (c) Câmara Municipal de Santiago do Cacém