Passar para o Conteúdo Principal

Arte Contemporânea em CAS(A) - 4.ª semana

Casa4 980x512px 1 980 2500
04 de Maio de 2020

Num momento em que os equipamentos culturais estão fechados e somos obrigados a ficar em casa, é importante manter a ligação ao mundo das artes. Com este objetivo, o Centro de Artes de Sines promove a iniciativa “Arte Contemporânea em CAS(A)”, onde, tendo como referência uma obra de um/a artista contemporâneo/a, se desafia o público a criar a sua própria obra de arte a partir de um objeto do quotidiano de casa.

Na 4.ª semana do projeto, inspiramo-nos numa obra do artista Jorge Molder.

1 Semana  

4 a 10 de maio 

1 Artista 

Jorge Molder

1 Obra 

 Obra de Jorge Molder

2000
Papel
Fotografia impressa com sais de prata
Da série a série “O Pequeno Mundo", pertença Museu Calouste Gulbenkian

1 Curiosidade  

Jorge Molder nasceu em Lisboa, onde vive e trabalha. Apaixonado pela fotografia desde os 17 anos, iniciou o seu percurso fotográfico pelo desdobramento de registos em séries, transitando mais tarde para a autorrepresentação enquanto processo.

Ao longo da sua vasta produção fotográfica, Molder explora as potencialidades da fotografia a preto e branco, mas não deixará ainda assim de convocar a cor, em dimensões específicas, tais como as polaroids, as fotografias digitais e o registo vídeo.

Jorge Molder foi o representante português na Bienal de S. Paulo em 1994 e da Bienal de Veneza em 1999, um momento marcante no seu reconhecimento internacional.

Em 2006, a Fundação Telefónica de Espanha apresentou uma exposição retrospetiva do seu trabalho, que viria a ser premiada no ano seguinte pela Associação Internacional de Críticos de Arte / Ministério da Cultura.

1 Proposta   

A fotografia apresentada integra a série O Pequeno Mundo, composta por 24 registos/obras. Esta série destaca-se pelo seu caráter desafiador, “persuadindo” o espectador através do fascínio pelo jogo. Trata-se de uma autorrepresentação, que mostra a construção de um mundo ficcionado. Assim, o artista apresenta-nos uma casa, um cenário. Na tela a preto e branco, Molder constrói um ambiente recluso e desenha uma trama de ligações que funcionam como indícios de uma história que não aconteceu. Na solidão de um tempo aparentemente suspenso, o espaço é habitado por alguém, rodeado e envolvido em toda a cenografia – a roupa, os objetos, os gestos.

Perante a obra em destaque e esta pequena contextualização, o desafio da semana passa pela criação de um cenário representativo de uma narrativa / história. Efetue o registo fotográfico do mesmo. Por fim, proceda à redação ou associação de um pequeno texto (original ou de um autor à sua escolha) que contextualize / consolide a história presente na fotografia.

1 Objeto do quotidiano de CASA  

Copo de vidro.

Contacto para envio de trabalhos

Para partilhar o seu trabalho, envie foto para o email servicoeducativoCAS@mun-sines.pt