Passar para o Conteúdo Principal

EUA interessados em Sines para exportar gás

980eua2 1 980 2500
14 de Fevereiro de 2020

O secretário da Energia dos EUA, Dan Brouillete, visitou o Porto de Sines no dia 12 de fevereiro, juntamente com uma delegação de empresários do seu país.

A visita do governante norte-americano acontece no momento em que está a decorrer, até junho de 2020, o concurso público para construir e explorar o novo terminal de contentores de Sines, conhecido como futuro Terminal Vasco da Gama, um investimento privado de 642 milhões de euros.

De acordo com o que Dan Brouillete explicitou na visita, o terminal de Sines interessa aos EUA sobretudo do ponto de vista da exportação para a Europa de um dos seus principais recursos naturais, o gás natural.

Tal como a imprensa de hoje frisou, a visita ao mais alto nível de um representante do governo norte-americano é um marcar de posição deste país face ao interesse pela expansão do Porto de Sines já manifestado pela República Popular da China.

A visita do secretário da Energia dos EUA teve como anfitrião o ministro português das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, e foi acompanhada pelo presidente da Câmara Municipal de Sines, Nuno Mascarenhas.

Para o presidente da Câmara, "visitas como a de Dan Brouillete atestam a importância que está a ser atribuída pelas grandes potências à expansão do Porto de Sines, o porto europeu mais próximo do Canal do Panamá".

“O valor do ativo Sines para Portugal”, diz Nuno Mascarenhas, “é mais do que nunca inquestionável, pelo que é necessária rapidez na dotação da região de acessibilidades rodoviárias e ferroviárias compatíveis com o potencial do porto”.

É também fundamental, diz o presidente, “dotar Sines e a região de ferramentas e infraestruturas que permitam que o crescimento trazido pelo porto se faça com harmonia com os outros valores deste território e se traduza numa criação de riqueza que seja sentida por todos”.