Passar para o Conteúdo Principal

COMSINES apresenta estudo sobre odores industriais

980comsines 1 980 2500
02 de Outubro de 2019

O COMSINES – Conselho das Comunidades de Sines apresenta, no dia 14 de outubro, às 16h00, no auditório do Centro de Artes de Sines, os resultados do estudo “Diagnóstico, caracterização e mapeamento dos odores no complexo de Sines”.

O estudo foi elaborado pelo IDAD – Instituto do Ambiente e Desenvolvimento e teve como objetivo principal a avaliação da incomodidade dos odores no concelho de Sines. Foi desenvolvido ao longo de 13 meses, entre abril de 2017 e abril de 2018.

Para a elaboração do estudo, o COMSINES promoveu o diálogo com os diversos atores sociais, tendo em vista a identificação das principais unidades industriais e das mais importantes fontes de emissão de odores.

Uma das fontes do estudo foram as queixas de odores reportadas à Câmara Municipal de Sines entre 2012 e 2017.

Foram também analisados os padrões de circulação atmosférica prevalecentes na área de Sines e caracterizados os níveis de odores emitidos por sete fontes, em cinco unidades industriais.

O estudo contém ainda o mapeamento no terreno dos penachos de odor e a aplicação de modelos de dispersão atmosférica para determinar a distribuição espacial das frequências de perceção.

Finalmente, foi desenvolvida uma estratégia de gestão de odores.

O COMSINES - Conselho das Comunidades de Sines (www.comsines.pt) é, desde 2015, uma associação privada sem fins lucrativos. Propõe-se "atuar proativamente na comunidade siniense, no sentido de promover o desenvolvimento sustentável da região e da sua comunidade". São suas associadas as seguintes empresas e entidades: Águas de Santo André, aicep Global Parques, Air Liquide, Associação Portuguesa da Química, Petroquímica e Refinação, Administração dos Portos de Sines e do Algarve, CENFIM, Ecoslops, EDP, EuroResinas, Galp, IberCoal, Indorama, PortSines, Repsol, Município de Sines, SinesTecnopolo, Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano e Universidade de Évora.