Passar para o Conteúdo Principal

Investimentos de 1,2 mil milhões no porto de Sines

980porto1 1 980 2500
31 de Julho de 2019

A ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, anunciou hoje, no auditório da APS, a aprovação de investimentos no porto de Sines no montante de 1,2 mil milhões de euros. 

Os investimentos em causa resultam da aprovação em Conselho de Ministros dos diplomas de alteração da concessão do Terminal XXI, que prevê um investimento de 547 milhões de euros, e do que aprova as bases da concessão de exploração do novo Terminal Vasco da Gama, cujo investimento será na ordem dos 642 milhões de euros.

Presente na sessão, o vice-presidente da Câmara Municipal de Sines, Fernando Ramos, disse que a expansão do Terminal XXI foi um “projeto que foi sucessivamente adiado pelo governo anterior, mas cuja relevância para a economia nacional e europeia veio, na atual legislatura, a ser reconhecida”, e que a decisão de lançar as bases da concessão para a construção do Terminal Vasco da Gama “vem reconfirmar a enorme importância do porto de Sines enquanto porta de entrada atlântica”.

Contudo, o vice-presidente da Câmara de Sines lembrou os investimentos necessários na rodovia e na ferrovia, nomeadamente de ligação da A26 à A2 em perfil de autoestrada e a construção de uma ligação rápida e competitiva entre Sines e Madrid por ferrovia. 

“Estes dois investimentos também se encontram inscritos no Plano Nacional e Investimentos 2030 e é com enorme expectativa que aguardamos a sua concretização. Se o atual governo os recuperou, após anos de adiamento, é porque entende a sua importância e prioridade. Contamos, por isso, com enorme determinação na sua concretização, fundamental para a complementaridade do aumento da capacidade portuária em Sines.”

A ministra do Mar, por sua vez, salientou que Sines representa 56% da movimentação de carga contentorizada dos portos do Continente, e que após estes investimentos passará de uma capacidade de 2,1 milhões de TEUS para mais de 7 milhões de TEUS. Ana Paula Vitorino referiu ainda que a importância do Porto de Sines para a economia nacional é de 1,5% do PIB.

A par destes investimentos, Ana Paula Vitorino referiu outros cinco investimentos na área portuária para os quais a APS recebeu autorização do governo: ampliação do Molhe Leste (75 milhões de euros), reforço da rede elétrica para alta tensão (10 milhões de euros) e a requalificação do ramal ferroviário (8,4 milhões de euros); a contratualização de uma nova lancha para pilotos (900 mil euros); a construção de um Centro de Despacho de Mercadorias & Pré-Gate Rodoviária (4 milhões de euros).


O vice-presidente Fernando Ramos discursa na sessão

Visita ao terminal XXI - fotografia de grupo com Lídia Sequeira, Fernando Ramos, Ana Paula Vitorino e José Luís Cacho