Passar para o Conteúdo Principal

Centro de Artes de Sines recebe II Big Med Forum

Mistral 1 980 2500
07 de Maio de 2019

No dia 15 de maio de 2019, o projeto Interreg Med – MISTRAL, cofinanciado por fundos europeus, irá promover no Centro de Artes de Sines a conferência internacional II BIG MED FORUM. Neste evento, aberto a todos os interessados, estarão presentes os representantes dos 14 parceiros deste projeto, composto por 8 países (da área da área MED) e as entidades regionais convidadas.

A ADRAL - Agência de Desenvolvimento Regional do Alentejo faz parte desta parceira, representando a região Alentejo com o parceiro associado: CCDR Alentejo. A Câmara Municipal de Sines apoia a iniciativa.

Durante a manhã, serão apresentados os resultados do estudo e levantamento de boas práticas para o crescimento azul sustentável, promovido pelo projeto MISTRAL e a publicar como o "The Blue Growth Book".

No período da tarde, a sessão será dinamizada através da mesa redonda: “Blue Growth Strategy in Alentejo”, que visará lançar a questão: que estratégia azul para o Alentejo? 

No final, realiza-se uma visita guiada à exposição "Atravessar culturas através do tempo | Pontos de Encontro | Gulbenkian Itinerante", patente no Centro de Artes.

Estão abertas inscrições, com opção de almoço, no formulário disponível em https://forms.gle/dPVWGdJGyAxGdPku9.

Pode descarregar o programa aqui: bigmedforum_prog_15_may2019

O projeto

O projeto MISTRAL – Estratégia de Inovação Mediterrânica para a atividade transnacional de clusters e redes no âmbito do crescimento azul, é um projeto INTERREG MED, que tem como objetivos fortalecer uma parceria transnacional, de 8 países, composta por 14 parceiros (Ministérios, Regiões, Universidades e outras organizações), a fim de:

  • Tornar o conhecimento sobre o mar e a inovação sustentável os principais impulsionadores do Crescimento Azul;
  • Apoiar os clusters MED (mediterrânicos) a transformarem-se em excelentes intermediários de conhecimento para o crescimento da economia azul;
  • Projetar e implementar trajetórias de desenvolvimento sustentável harmonizadas com as estratégias de especialização inteligente das regiões MED.