Passar para o Conteúdo Principal

Região prossegue apoio a vítimas de violência doméstica

980violdom 1 980 2500
01 de Março de 2019

Os municípios de Alcácer do Sal, Grândola, Santiago do Cacém e Sines assinaram, no dia 27 de fevereiro, o Protocolo para a Territorialização da Rede Nacional de Apoio às Vitimas de Violência Doméstica.

A cerimónia de assinatura teve lugar em Grândola e foi presidida pela secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade, Rosa Monteiro.

O protocolo garante a continuação por mais dois anos do atendimento a vítimas de violência doméstica, pela associação INTERVIR.com, nos quatro concelhos.

No total, o documento foi subscrito por 22 entidades, incluindo a Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género.

Em 2018, na versão anterior do protocolo, o projeto apoiou 39 vítimas de violência doméstica no concelho de Sines.

O custo de funcionamento do gabinete de apoio às vítimas de violência doméstica é assegurado em 70% pelo governo e em 30% pelos municípios.

Na assinatura do protocolo, o município de Sines esteve representado pelo vice-presidente da Câmara. Fernando Ramos destacou a importância do trabalho em rede e a parceria entre administração central e local como forma de combater eficazmente um dos mais graves problemas sociais em Portugal: a violência doméstica e de género.