Passar para o Conteúdo Principal

M.A.R. traz artes de rua e circo contemporâneo a Sines

Mar 1 980 2500
30 Agosto 2017

A cidade de Sines recebe, de 21 a 23 de setembro, a edição 0.1 da M.A.R – Mostra de Artes de Rua, com a presença de 15 projetos oriundos de Portugal, Espanha, França e Inglaterra.

Dança, teatro, circo, performance, música, cineconcerto, escultura efémera, marionetas e atividades para crianças e famílias são os ingredientes para a programação deste ano, pensada para todos os públicos e com entrada livre em todos os espetáculos.

Inspirados pela expressão “Povos de mar, povos de rua”, em 2017, aproximaram-se os espetáculos da zona marítima de Sines (Avenida Vasco da Gama e marina), fundindo os temas do MAR e do AMOR pela junção e significado que a palavra M.A.R. recebe quando nos referimos a ela: (A) M.A.R.

Além dos espaços junto ao mar, a mostra estende-se a outros pontos da cidade: Largo Poeta Bocage, Praça Tomás Ribeiro, Pátio das Artes, Mercado Municipal, Jardim das Descobertas, Alameda da Paz, antiga estação de caminhos-de-ferro, Esplanada Alentejana e Rua Gago Coutinho.

Em 2017, a programação foca-se, essencialmente, na apresentação de projetos de artistas emergentes no setor da rua e do circo contemporâneo nacional.

De Portugal, integram o cartaz as seguintes companhias e artistas: Teatro do Mar em coprodução com a Artelier?; Duo Dream; FIAR; Teatro Só; Pedro Mira e Beatriz Silva; Charlie Mancini; Inês Oliveira e Daniel Seabra; Clara Marchana/Magner; Projecto EZ; Ana Jordão; Mica Paprika; Original Bandalheira; DJ Xoices; Companhia XPTO; Helena Reis e Samuel Buton.

De França chega a companhia Bivouac, de Inglaterra os Acrojou e da Catalunha (Espanha) a Cia La Tal.

A M.A.R. é uma iniciativa do Teatro do Mar, companhia de teatro de rua residente em Sines há 31 anos, com uma vasta experiência nacional e internacional no setor da criação de rua contemporânea. A companhia assume a produção e a direção artística da mostra, com a parceria da Câmara Municipal de Sines na coprodução.

Como explica Julieta Aurora Santos, diretora do Teatro do Mar e também da M.A.R., "urgia a criação de um festival, ao sul de Portugal, que contribuísse para estimular a criação e promoção das artes de rua, promovendo o encontro entre artistas profissionais e comunidade local, e apresentando espetáculos e novas criações de artistas e companhias nacionais e estrangeiras".

Para o presidente da Câmara Municipal de Sines, Nuno Mascarenhas, a M.A.R. "parte de um reconhecimento do estatuto nacional e internacional do Teatro do Mar no domínio das artes de rua e é uma forma de usar todo o capital de conhecimento e contactos que a companhia adquiriu ao longo de mais de 30 anos de carreira para criar um evento que qualifica a oferta cultural e turística de Sines".

Acompanhe a mostra em www.facebook.com/mostradeartesderua

Detalhes do programa no desdobrável da iniciativa e em www.sines.pt/p/mar